devaneios…

Como sumir, como sair desse mundo transtornado e louco.
Como me meti nisso. Como conheci algo assim?
1 ano e não pensei que fosse passar tão rápido.
Como será que está? Será que está bem? Será que se lembra de mim e das minhas piadas?
Será que lembra dos papos semanais.Bom…
Quem se importa com tantos sentimentos que acontecem, hoje são mais sete dias que reclusei-me.
E decisão final ser um adulto finalmente,mas…
Quando as ruas sempre tão congestionadas, fazem uma bagunça com todas as pessoas. Pessoas que se tornam tão estressadas ao ponto de nunca conseguir segurar seus impulsos. Eu falei impulsos,bom pelo menos esses movem o mundo e as pessoas. Assim como a verdade por trás das palavras que falei até hoje.
Desesperei-me, arrependi, apaixonei, desapaixonei, acreditei,mas, nunca deixei de viver. Talvez não devesse, tenho tanta coisa por fazer por mim e por quem realmente precisa. Talvez abandonei um pouco meu egocentrismo em achar que tudo girava em torno de mim. Talvez eu precisasse cair e estar no fundo do poço para descobrir enúmeras coisas, sobre aqueles a quem chamei de amigos. Sobre amores que me usaram pra livrar as suas tristezas e frustrações quando as verdadeiras pessoas estavam tão ocupadas em torrar as paciências de cada um. Enfim, hoje eu pude perceber que valeu a pena passar por isso, valeu a pena saber que um dia me julguei valer tão menos que um lixo qualquer.Pra que hoje eu pudesse dar valor a tudo e pudesse ser feliz, sem precisar correr. Ser feliz deixando tudo acontecer e tudo se ajeitar!
É só o princípio, você vai ver!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s