Seguir em frente…

Frágil – você tem tanta vontade de chorar, tanta vontade de ir embora. Para que o protejam, para que sintam falta. Tanta vontade de viajar para bem longe, romper todos os laços, sem deixar endereço. Um dia mandará um cartão-postal de algum lugar improvável. Bali, Madagascar, Sumatra. Escreverá: penso em você. Deve ser bonito, mesmo melancólico, alguém que se foi pensar em você num lugar improvável como esse. Você se comove com o que não acontece, você sente frio e medo. Parado atrás da vidraça, olhando a chuva que, aos poucos começa a passar.

Caio Fernando Abreu

Seguir tranquila e de maneira diferente. Eis o pensamento que me tomou conta desde que tive a recaída. Talvez você que lê as minhas palavras se pergunte: Mas como?Se conseguir me diga! Não é fácil, também não é impossível, quanto mais a distância aumenta mais a amargura e os negativismo tomam conta da gente e parece mais difícil avançar a montanha e acontecem várias recaídas ao longo deste caminho. Se você conta com auxílio de pessoas que te cercam de tamanha atenção e palavras de otimismo, o que é pouco comum, essa trajetoria é amena e menos dolorosa. Aprender neste período vale a pena no sentido de essa experiência te ajuda a dar valor a certas pequenas coisas na vida e perceber que sentimentos negativos não podem ser mais uma coisa que se aprende quando se foi desprezado.

Cada vez que nos tornamos mais transparentes à nossa própria luz, restauramos a luz do mundo. ( Rachel Naomi Remen)

A melhor maneira de nos libertarmos do passado é fazer as pazes conosco mesmos no momento presente. Fazer as pazes com quaisquer lembranças ou sentimentos que possam surgir. De forma que, aos poucos, não seremos mais aprisionados por essas recordações. Passamos a permitir que antigas imagens sobre nós mesmos vão embora. Continuamos simplesmente a seguir em frente. Nada mais nos faz parar. Sabemos continuar positivamente, pois estamos conectados com nossa confiança básica, com nossa bondade fundamental. Hoje percebo que chorar o passado ou chorar aquilo que poderia ter sido e não foi não me levará jamais a lugar algum. A vida é como um rio que corre sempre na mesma direcção sem jamais andar para trás.  Quero ouvir apenas a verdade.Uma explicação, algo que justifique o que aconteceu ou mesmo perceber onde foi que errei pra que eu não cometa de novo. O que mais me machuca por dentro não é a mágoa nem tão pouco o ressentimento e sim saber que todo esse sofrimento é por causa de um sentimento que apesar do tempo não morreu se transformou. Não quero inventar soluções nem tão pouco ser o centro das atenções hoje eu só quero apenas seguir em frente.

Texto redigido escutando a song: Beautiful by Christina Aguilera

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s