Notícias de Mim… PT.01

Querido Anjo,

Fazem 3 dias que me despedi de você e que estou neste lugar. A primeira vista tudo que era escarlate foi ficando escuro e frio. Alguns poucos sons de dor e sofrimento alheios. Mas continuo aqui vagando nesse universo tão indescritível. Tudo aqui tem uma outra dimensão e muita diversidade de sentimentos. Hoje eu conheci a solidão total e absoluta, sabia da solidão já a senti muitas vezes, mas essa tem uma outra proporção, um gosto amargo e uma visão enebriada e diferente de tudo que já vi. Será que foi assim que que você se sentiu? Ou suas proporções foram maiores que as minhas? Estranha a sensação de que essa resposta eu nunca vou ter….

Como será que você está no seu dia hoje? Quais serão as suas promessas de realizações para hoje? Incrível, mas essa resposta tb não irei ter! Mas a certeza é que vc está bem, e feliz por estar em companhia real e verdadeira… Continuarei aqui nessa jornada e engraçado que até passando para a próxima etapa eu sindo que tem um longo caminho e diversidade de sentimentos a minha espera…

Começo hoje essa jornada dentro da Solidão com um poema:

As vezes me esqueço pelo que estou lutando
Sem direção e sem rumo certo… Vagando

Vagando sem remos e sem direção
Sem rumo certo, sem nada, vagando o meu coração!

 Sem saber aonde vai dar esse meu caminho
Desorientado sigo loucamente, confuso sozinho

Permanecendo cego sem um horizonte certo
Vegueio por aí sem noção do nada, do longe ou do perto

Se vou chegar em algum lugar… não  se sabe
Cada dia com essa dúvida… me afundo em ilusões que não cabe

Em meus pensamentos corrompidos por falsas promessas
Sigo por aí, perdido e procurando respostas que talvez essas

Tragam alguma chance de entendimento que agora me iludem
Me fazendo rastejar no chão em idéias que me confundem…

Devo jogar fora então minhas esperanças??
Ou continuar então tentando encontrar meu caminho??
De fato aqui permaneço, seguindo… tentando… sozinho

Quando começar a encontrar respostas para a minha solidão espero ter forças e vigor para passar a diante.

Assim me dispeço,

Um terno beijo da eternamente sua,

Alma Tensa

Texto escrito ouvindo a Song: In My Defence by Freddie Mercury

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s